terça-feira, 11 de maio de 2010

Afogado em mim mesmo...


Uma pequena homenagem a um grande poeta.
Saulo prado

Visitem seus blogs:
Saulo Prado nas Entrelinhas
e
Meu Mundo Quadrado


Inundado de sentimentos

Eu sou só tormento
Sou a tristeza que você chora
O seu medo que me apavora

Inundado de solidão
Quem mais sofre é meu coração
Pois é a sua saudade
Que me impede de conhecer a felicidade

Inundado de sensibilidade
Minha alma desconhece a verdade
E é assim que escrevo a paixão
Sendo desconexo com minha emoção...


Saulo Prado

5 comentários:

SAULO PRADO disse...

Qualquer homenagem vinda de você, não tem como ser pequena, pois, você é pura imensidão! Uma imensidão de talento, e o que é mais importante, uma imensidão de coração....

E só cabe a mim te dizer obrigado; minha doce e inspiradora amiga....

Nilson Barcelli disse...

A sua foto, no cabeçalho do blogue, ficou lindíssima.
Mas a modelo ajuda muito...

Gostei do poema do Saulo.

Beijo, querida amiga Sandra.

ღPat.ღ disse...

Pelo que percebo, Saulo é de uma sensibilidade especial. Um lindo poema que merece aplausos do começo ao fim!
Bela homenagem minha amiga,
Beijos.

Majoli disse...

Bacana a homenagem minha querida.

Parabéns.

Beijos.

Elaine Barnes disse...

Conheço o poeta,realmente é pura sensibilidade. Muito lindo o poema. Montão de bjs e abraços