sábado, 20 de abril de 2013



Ganhei da amiga Ingrid do blog http://perfumesepalavras.blogspot.com.br/
Vale uma visita. Querida desculpa mas sou tão preguiçosa pra cumprir regras...Trouxe assim mesmo tá? 
Sandra Botelho

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013



Reconheço minha incapacidade de sentir
ou receber sentimentos pela metade.
É que nasci com uma incontrolável 
vontade de ser pleno. 

Aluísio Cavalcante Jr.

Visitem A Espera do teu Olhar
 e se deliciem com o talento desse poeta.
http://aesperadoteuolhar.blogspot.com.br/

quarta-feira, 4 de abril de 2012

Alforria




ALFORRIA
O castigo que me deu
foi em você que doeu. 
É que eu tenho um segredo
que você não viu jamais.
Chicotes me metem medo,
mas carinhos me ganham mais.
De que adianta ser rainha
nessa ilha tão sozinha,
nesse mundo tão deserto?
Agora não sou mais escravo, 
sou um homem liberto.
As feridas eu curo, eu lavo
e recomeço no outro dia
mostrando meu peito aberto,
escrito: ALFORRIA


Um poeta que escreve com o coração na palma das mãos...
vale a pena -lo e viajar em suas obras.

domingo, 4 de março de 2012

Dos Dois



Dos Dois...


Quando um quer
e uma aceita,
dois formam alma,
alento,desejo, jeito...
Tudo se apronta,
nada faz afronta.



*Thomas Albuquerque*
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98

Aqui sempre posto algo que leio e acho especial...Semana passada visitando o blog desse garoto mais que especial, li esse poema. E achei tão pleno e tão intenso...
Em poucas palavras ele definiu bem um momento tão lindo entre duas pessoas.
Obrigada querido por me permitir postar. Bjos na alma
Visitem

domingo, 12 de fevereiro de 2012

Mamma Mia - clipe do filme

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Luna, indescritivel Luna!




[Em Busca do Título Perfeito (3º Trecho)]





Percebi que ela estava diferente, mais alegre, eufórica até em alguns momentos, como quando o celular avisava a chegada de mensagens ou quando recebia e-mails de um remetente específico. Estava gostando de alguém e eu era um outro alguém despencando do ponto mais alto do mundo. A sensação de vertigem me acompanhou durante todo o tempo que seu romance durou e eu incluí esse homem nas minhas preces, pedi a Deus que o protegesse porque ele era importante para ela e ela era todo o meu ar. Também pedi que ele a merecesse, que soubesse quais eram as suas comidas prediletas, que reparasse nas suas oscilações de humor, que servisse café da manhã para ela na cama em todas as oportunidades, que se sentisse o cara mais sortudo do mundo ao andar de mãos dadas com ela pela rua, que a abraçasse sempre que ela tivesse medo, que a acalmasse quando acordasse assustada com um pesadelo e que soubesse olhá-la quando estivesse nua, olhá-la com o olhar profundo, firme e doce, de admiração, desejo e gratidão, para que ela se sentisse olhada até a alma. E querida. E única. E pedi que Deus tivesse piedade de mim e permitisse que ele, o dono dos suspiros dela, fosse realmente melhor do que eu porque seria insuportável constatar o contrário. Até que essa moça sofreu : o nariz vermelhinho na ponta a denunciou mais do que o celular que emudeceu ou a caixa de e-mails que esvaziou. E eu precisei parar de despencar para segurá-la, retomei minhas forças para que ela visse que eu estava ali bem perto e que tinha dois ombros, dois ouvidos, um colo e um coração quente e que tudo era para ela. Eu conhecia as suas comidas prediletas, suas oscilações de humor, seus medos e daria meu reino pela oportunidade de servir café da manhã para ela na cama e de andar na rua segurando a sua mão mas naquela hora nada disso importava, apenas a minha vontade de acordá-la daquele pesadelo, abraçá-la, acalmá-la e olhá-la de forma profunda, firme e doce, até que a sua alma, nua, se sentisse olhada.


Quando li este texto, foi como mergulhar em mim mesma...
E em todas as pessoas que amam e são amadas.
Por isso pedi a deslumbrante Luna que me permitisse postá-lo aqui.
E ela doce que é , concedeu a tão esperada autorização. 
Li novamente e novamente me emocionei.
Para quem não conhece e creio que são poucos o blog é:
http://palavrasdeluna.blogspot.com/

sábado, 9 de julho de 2011

Hoje é dia de festa...Homenagem de meu amigo Gustavo Sinder




Hoje o dia é de festa                          

                                Quero o sabor do chocolate
E flores para os olhos da poetisa
Que com suas rimas rabisca belas estradas 
Em tantas quimeras Sandra Botelho ...
Que amigos te visitem
Que a lua seja a mais linda
Para que assim combine
Com seus olhos de menina
Que o vento seja o carinho
Que o amor seja o motivo
Desse seu mais lindo sorriso
Sandra Botelho
Mulher das palavras soltas
Envolvidas na poesia
Onde as rimas sempre 
Estão saindo de sua boca
Mulher de Minas
Deixo-te um simples parabéns
Num abraço amigo 
Desse bardo carioca
Gustavo Sinder 

terça-feira, 21 de junho de 2011

Parabens poeta Gustavo Sinder

create your own banner at mybannermaker.com!
Make your own banner at MyBannerMaker.com!

Muitas felicidades meu amigo

sexta-feira, 3 de junho de 2011

Segui os teus passos





Segui os teus passos como se os teus pés fossem o embalo do meu caminhar;

Segui os teus passos perdido na jornada confusa da senda do teu percurso;

Segui os teus passos em memórias dispersas num caminho sem avançar;

Segui os teus passos num horizonte sem fim... vereda estreita e tortuosa;

Segui os teus passos em agruras de marcas indeléveis... num futuro sem termo;

Segui os teus passos na tristeza de tempos que foram e mais não são;

Segui os teus passos e sinto as grilhetas cravadas na carne... sangue... exangue;

Segui os teus passos como alma olvidada no tempo, gritos de ais... promessas de nãos;

Segui os teus passos com saudades de períodos que não existiram...alento perdido no etéreo;

Segui os teus passos em clamores de mágoas... lágrimas...saudades... lembranças esquecidas; 

Segui os teus passos...por fim... destruído de existência, morto de emoções...trôpego...extinto;

Segui os teus passos... cego...enganado por promessas que eram mentiras, apenas embustes;

Segui os teus passos e hoje nada me resta, nem o simples rasto dessa...longa... caminhada.

Hoje não quero mais os teus passos... 

...caminho nos meus... na procura de quem me possa encontrar.



Este poema é do Manuel do Blog Na Volta do Tempo
Como tudo que me toca eu trago pra cá, trouxe mais este pra dividir com os amantes do que é belo.
obrigada querido por permitir.

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Eu o amei ,em segredo mas amei...

O amor que eu sentia deixei-o preso,
como um pássaro em uma gaiola.
Eu sabia que me pertencia e sabia onde estava,
nunca abri a gaiola com medo de que a verdade
o levasse para longe de mim.
Passei anos pensando, se deveria deixar que
soubessem do meu amor impossível.
Estava quase tomando coragem de lhe dar a liberdade,
quando percebi que o pássaro estava morto.
Não fui eu que o matei, talvez ele tenha morrido
porque pensou que ninguém o amava.
Eu o amei, em segredo mas amei...


Quando li este poema, me apaixonei. e trouxe pra cá pro Gotinhas, porque aqui eu gosto de guardar tudo que me toca de alguma forma.
Obrigada Sandrinha por permitir que eu o postasse aqui.

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Ela



Vens suave, 

silenciando o lume dos ventos, 
plantando rosas sobre os muros, 
como uma grinalda tecida em corolas
que se abrem em flor às gotas do orvalho.

Ardente,
como um beijo
consumindo a boca,
como a chama que morde,
para que não se apaguem os contornos
acesos dos teus lábios. 

Doce,
como os dedos da noite,
moldando a nudez em carícias insones,
satisfazendo desejos nos rituais da tua pele.

Breve,
como meu eco em ti a desfolhar-se 
na amorosa linguagem das pétalas,
abandonando-se, furtivas, à voragem dos lábios…

Albino Santos

quinta-feira, 28 de abril de 2011

Viva como as flores


Este texto trouxe lá do Dicas e truques...Para refletir...
Visitem este Blog...tem coisas lindas por lá.

♥♥♥

Mestre, como faço para não me aborrecer? Algumas pessoas falam demais, outras são ignorantes. Algumas são indiferentes. Sinto ódio das que são mentirosas. Sofro com as que caluniam.

    - Pois viva como as flores, advertiu o mestre.
    - Como é viver como as flores? - perguntou o discípulo.

    Repare nestas flores, continuou o mestre, apontando lírios que cresciam no jardim.  Elas nascem no esterco, entretanto, são puras e perfumadas.
    Extraem do adubo malcheiroso tudo que lhes tudo que lhes é útil e saudável, mas não permitem que o azedume da terra manche o frescor de suas pétalas.

   É justo angustiar-se com as próprias culpas, mas não é sábio permitir que os vícios dos outros o importunem. Os defeitos deles são deles e não seus. Se não são seus, não há razão para aborrecimento. Exercite, pois, a virtude de rejeitar todo mal que vem 
de fora.  Isso é viver como as flores.

quinta-feira, 10 de março de 2011

Equilibrista by Angela

Me apaixonei por esse poema. 
E como gosto e adimiro muito a poetisa Angela, resolvi trazê-lo para o Gotinhas.
Uma pequena homenagem a essa mulher linda.

Equilibrista


Você tirou
Minha casca
Minhas garras

Difícil seguir
indefesa
com este coração
no peito
pulsando passo
e descompasso
num ritmo
que me põe a
tremer

Trôpega
danço desajeitada

Balanço

Estou nas estrelas
 e no chão

Angela

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

No Lirismo dos Meus Versos por Livinha


Um pequeno carinho a uma poetisa que derrama sentimentos em seus poemas.
Uma menina cheia de encantos e doçura.
Visitem-na e se apaixonem...



No Lirismo dos meus Versos



Eu apaguei todas as luzes, atraindo
os olhos para o meu pensar...
E desliguei todos os sons, para não ferir
os meus ouvidos e o silêncio apenas escutar...
Eu tranquei as minhas falas para aprender
a ouvir e não se fazerem necessárias...

E resolvi mudar...
Em minha casa, havia tristeza e solidão,
sentidos sem direção, sem canção
para cantar...

E dei sinal ao meu olhar,
que buscasse ver um viajante,
conselheiro amigo, tocador amante,
que tivesse muita história pra contar...

Que levasse junto os meus sentidos,
nos acordes benditos, notas a tocar...
Enquanto as falas, se fariam cancioneiras
no lirismo dos meus versos a serenar...

E foi assim que a tristeza foi se embora
espantando a solidão, ao perceber
que os sentidos, a seu tempo,
ressoavam novamente o amor,
no pulsar do coração

 Livinha

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Liberdade por Majoli



É pela liberdade que eu clamo
Pelo direito de pelo menos sonhar
Sem censuras que me podam
Que queiram me paralisar
É por poder escolher caminhos
E neles me aventurar
Ao sol poder dizer bom dia
E com a lua devanear
É me permitir errar
Pra quem sabe assim aprender
É poder chorar por um desengano
E depois a cabeça reerguer
É ser marcada por pessoas que chegam
Em minha vida pra adicionar
Que mexem com meu interior
E me fazem acreditar
Que a insegurança não deve vencer
Que eu tenho capacidade
Em mim eu preciso acreditar
E aproveitar as oportunidades
É deixar que alguém plante
Cá dentro de mim uma semente
Que faça brotar lindas flores
Colorindo meu coração, minha mente
É ter o abençoado dom
De conquistar corações
De fazer nascer o sorriso
E de provocar boas emoções
É de acreditar que o amor existe
E que meu caminho ele há de cruzar
Não ficar mais assim tão triste
E no canto me abandonar
Jogar essa carência no lixo
Essa ansiedade que me tortura
Acreditar que pessoas me amam
Esquecer tanta amargura
Quero escancarar meu interior
Me desnudar por inteiro
Ser livre de preconceitos
Amar...daquele jeito verdadeiro


Minha doce amiga, diante de todas as lindas homenagens que nos faz, esta que te faço é tão pequenina.
mas saiba é de coração...é com todo o amor que sinto por você e com toda minha admiração.
Te amo floquinho de luz...
Bjos achocolatados


sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

♥ Pat ♥ Sensualíssima...Com carinho imenso!



... com paixão!


Teu olhar me deixa louca... 
- olhas-me!

Tua boca, delírios sem noção...

Teus braços, o templo da minha perdição...

Amo Imenso
Nada é menor que isso...


Pat._




Essa Deusa da Sensualidade , que escreve com paixão, com desejo, e com vida.
Se tornou mais que uma querida, mais que uma menina a quem admiro, pela liberdade na escrita, pela falta de falsos pudores, pela forma sensual sem vulgaridade com que escreve.
Pat é uma mistura de menina e mulher. Mas mesmo sem a conhecer profundamente sei que é uma grande pessoa.
Minha simples homenagem a uma estrela que brilha sempre no céu.E
que ainda iluminará o universo todo.
A dançarina  , a menina e a mulher!
Te gosto muito viu menina?
E continue a nos fazer viajar, delirar, sonhar junto com você através de seus escritos e devaneios.
Bjos achocolatados

Sandra Botelho

domingo, 19 de dezembro de 2010

Niver da Su! Um dia especial

Um dia especial...Aniversário de uma pessoa mais que especial...
Sueli,
Uma guerreira, Uma mulher simples, doce, porem forte e inteligente .
Amo vocês amigas...
Mas isso estava bom...Hum!
Bom demais conhecer pessoas tão especiais...
Sonia Palone e sua filha ...Pessoas adoráveis
Da esquerda pra direita:
Geisa,Roberta,Marilu,Linda e loira a filha da Sonis da qual não me recordo o nome...Desculpa!
Elaine.Euzinha,Sonia Pallone, Sueli,Pérola!
Lindas maravilhosas...



 Parabens pra você...
Só por ter conhecido vocês esse ano já valeu a pena.
Já se tornou especial, inesquecivel.
Amoooooooooo todas vocês.
Bjos achocolatados

terça-feira, 30 de novembro de 2010

Academia da Poesia- União


Uma pequena homenagem a um grande poeta:
Renato Baptista-  Blog Academia da Poesia
Que me permitiu trazer teu poema para abrilhantar o Gotinhas.
Obrigado amigo.
 Parabéns por tão lindas obras.
Sandra Botelho♥

domingo, 14 de novembro de 2010

Miss Simpatia

Este selinho eu ganhei da Miss Simpatia...
Visitem seu blog...Vale a pena!
Uma graça de Loira.
Obrigado querida.
Quebrando as regras, deixo pra todos que quiserem levar.