sexta-feira, 3 de junho de 2011

Segui os teus passos





Segui os teus passos como se os teus pés fossem o embalo do meu caminhar;

Segui os teus passos perdido na jornada confusa da senda do teu percurso;

Segui os teus passos em memórias dispersas num caminho sem avançar;

Segui os teus passos num horizonte sem fim... vereda estreita e tortuosa;

Segui os teus passos em agruras de marcas indeléveis... num futuro sem termo;

Segui os teus passos na tristeza de tempos que foram e mais não são;

Segui os teus passos e sinto as grilhetas cravadas na carne... sangue... exangue;

Segui os teus passos como alma olvidada no tempo, gritos de ais... promessas de nãos;

Segui os teus passos com saudades de períodos que não existiram...alento perdido no etéreo;

Segui os teus passos em clamores de mágoas... lágrimas...saudades... lembranças esquecidas; 

Segui os teus passos...por fim... destruído de existência, morto de emoções...trôpego...extinto;

Segui os teus passos... cego...enganado por promessas que eram mentiras, apenas embustes;

Segui os teus passos e hoje nada me resta, nem o simples rasto dessa...longa... caminhada.

Hoje não quero mais os teus passos... 

...caminho nos meus... na procura de quem me possa encontrar.



Este poema é do Manuel do Blog Na Volta do Tempo
Como tudo que me toca eu trago pra cá, trouxe mais este pra dividir com os amantes do que é belo.
obrigada querido por permitir.

11 comentários:

Manuel disse...

Não me cabe comentar mas agradecer a gentileza de publicar este meu poema.
Obrigado.

Evanir disse...

Segui os teus passos como se os teus pés fossem o embalo do meu caminhar;

Bom gosto eu sou apaixonada por poesia acho que já deu p/ perceber.
Lindo poema amiga querida.
Um feliz final de semana beijos meus,Evanir.

Ingrid disse...

realmente lindo Sandra!
parabéns Manuel e a ti por tão sensível homenagem..
beijos..

✿ chica disse...

Lindo poema de Manuel! Um beijo,lindo dia e tudo de bom,chica

Lena disse...

Sandrinha
Indescritivelmente belo o poema. Bjkas e uma linda noite de quinta!

Lena disse...

Ôps, me esqueci, Sandra Ternura Pura
Super, super obrigada por me fazer tão bem com o carinho que me dedica sempre lá nos blogs. Beijo enoooorme! Te adoro!

Márcia disse...

Realmente Sandra, é um belo poema, aliás todos poemas desse poeta são profundamente lindos. Parabéns pela escolha!

Agradeço sua carinhosa visita e deixo um beijo no seu coração, linda semana pra ti tb...*-*

Abraão Vitoriano disse...

Sandra,
seu verso é uma chama de sentidos
de acordes todos
no meu peito

beijos,
do menino

fique com Deus!

Vieira Calado disse...

Uma boa escolha.

Bjsss

Socorro Melo disse...

Oi, Sandra!

E que bom que divide conosco esses encantos. É um belo poema, muito bem construído, de uma leveza contagiante.

Parabéns ao autor.

Um grande abraço
Socorro Melo

ARAS disse...

Sandra:
excelente Poema este do teu amigo!
Agradeço teres vindo até ao alone e deixado 1 comentário.
Filhotes e mamã estão MUITO BEM!
Beijo semi-amargo mas bem achcolatado do
Rui